#VoltaÀsAulasPresenciais

Vacinação

Anápolis foi a primeira cidade do Estado
a iniciar a vacinação dos professores

 

Investimento

R$ 6,7 milhões investidos no primeiro semestre
para retorno às aulas presenciais

  • Ensino híbrido (remoto e presencial) para
    os estudantes da rede
  • 5 novos estúdios com tecnologia de ponta
    para transmitir aulas online
  • Construção e reforma de escolas,
    CMEIs e quadras poliesportivas

Veja fotos

Proteção

Elaboração de protocolos com medidas
de segurança para a comunidade escolar


#VoltaÀsAulasPresenciais

 

Vacinação

Anápolis foi a primeira cidade do Estado
a iniciar a vacinação dos professores

 

Investimento

R$ 6,7 milhões investidos no primeiro semestre
para retorno às aulas presenciais

  • Ensino híbrido (remoto e presencial) para
    os estudantes da rede
  • 5 novos estúdios com tecnologia de ponta
    para transmitir aulas online
  • Construção e reforma de escolas,
    CMEIs e quadras poliesportivas

Veja fotos

 

Proteção

Elaboração de protocolos com medidas
de segurança para a comunidade escolar


Assista ao Vídeo


Quando o assunto é cuidar dos nossos estudantes, nossa educação dá aula.


Assistir

Sempre que chegar na escola, a temperatura do estudante será aferida


Se apresentar sintomas, o estudante deve procurar atendimento médico


Todos devem utilizar álcool em gel ou água e sabão para a lavar as mãos


É preciso limpar os pés no tapete sanitizante ao entrar na escola


A máscara deve cobrir boca e nariz e só deve ser retirada para comer ou beber água


O uso da máscara é obrigatório para todos os estudantes acima de seis anos


Manter as carteiras no lugar e não compartilhar objetos pessoais



Distanciamento de 1,5m ao entrar e sair do transporte, e entre colegas e professores


O lanche deverá ser consumido em sala, na própria carteira do estudante


É recomendado levar uma garrafa para água e evitar encostá-la no bebedouro



 

Perguntas Frequentes


1Por que retomar o ensino presencial agora?
A Prefeitura de Anápolis decidiu pela retomada das aulas presenciais, em modelo híbrido (ensino presencial e remoto), considerando o aprendizado integral e o acompanhamento do processo de ensino-aprendizagem, com foco na reabilitação cognitiva dos estudantes, garantindo os princípios de igualdade e equidade propostos pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Outra razão é permitir o fortalecimento de vínculos da comunidade escolar e a segurança alimentar assegurada com a oferta da merenda.
2 O retorno presencial é obrigatório?
Não. O retorno às aulas presenciais é uma decisão dos pais ou responsáveis. Os estudantes cujas famílias ainda não se sentem seguras, podem permanecer exclusivamente no ensino remoto.
3A unidade de ensino será um local seguro?
Sim. Para garantir a segurança dos profissionais e estudantes, a Prefeitura de Anápolis investiu mais de R$ 1,9 milhão de reais para equipar as unidades de ensino com materiais sanitizantes, como dispensers de álcool em gel, lavatórios para as mãos, tapetes sanitizantes, termômetros digitais e sabonete líquido e ainda Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscaras e face shield.
4A escola fornecerá máscaras? É obrigatório o seu uso o tempo todo?
Sim. As unidades de ensino farão a distribuição de máscaras e seu uso é obrigatório para todos os servidores e estudantes acima de seis anos. As mesmas deverão ser retiradas apenas para comer ou beber água.
5Quais são os protocolos de segurança adotados pela rede?
Trabalhando em conjunto com a Secretaria de Saúde e com técnicos da Vigilância Sanitária, a Secretaria Municipal de Educação elaborou o Projeto Reencontro, que orienta todas as unidades sobre as medidas de segurança a serem adotadas. À unidade escolar compete: disponibilizar locais adequados para lavagem frequente das mãos com água e sabão e álcool em gel 70%, ampliar a rotina diária de limpeza e desinfecção de locais frequentemente tocados, disponibilizar tapetes sanitizantes na entrada das salas, aferir a temperatura de todos que entrarem na unidade e estabelecer o distanciamento de 1,5 metro.
6Na educação infantil, a creche passará por mudanças?
Neste primeiro momento, sim. A creche não será de período integral, portanto, não haverá momento de banho nem de sono, exceto em casos de extrema necessidade.
7Como irá funcionar o ensino híbrido?
Obedecendo às determinações do Protocolo de Biossegurança vigente no município, as unidades poderão atender com até 50% da capacidade. Para tanto, as aulas serão feitas por escalonamento semanal. No ensino fundamental, as turmas que estiverem no escalonamento remoto receberão as aulas de forma online. Na educação infantil, as atividades serão impressas.
8 Vai ter merenda na escola?
Sim. As unidades de ensino vão oferecer aos estudantes a merenda dentro da escola. Ela será servida na sala de aula, em cada carteira, a fim de evitar aglomerações em áreas comuns. O Projeto Reencontro também prevê medidas de segurança para a manipulação dos alimentos, tais como uso de toucas, máscaras e aventais pelas merendeiras, higienização das embalagens, frutas e verduras e disposição dos alimentos em locais frescos e arejados.
9O transporte escolar será seguro?
Sim. Os ônibus estarão devidamente limpos e higienizados com produtos sanitizantes, equipados com termômetro para aferição de temperatura e tapetes sanitizantes, e será mantida a ventilação natural no veículo.
10O que estudantes, professores e funcionários devem fazer caso apresentem sintomas de Covid-19?
Todas as unidades contarão com um agente escolar que será responsável por monitorar e encaminhar casos suspeitos dentro das unidades. Esse servidor estabelecerá o contato direto entre a Secretaria de Saúde e unidade escolar. É importante lembrar que, se os sintomas começarem em casa, o estudante ou servidor não deve ir à escola, mas sim procurar a unidade de saúde.

Galeria

Site Oficial da Prefeitura